Notícias

Está esperando o que para agir, prefeito?


O prefeito Carlos Moraes Costa ainda não abriu os olhos para os ônibus irregulares. Quando ele acordar para o problema já poderá ser tarde demais

O prefeito Carlos Moraes Costa ainda não abriu os olhos para os ônibus irregulares. Quando ele acordar para o problema já poderá ser tarde demais

Ônibus ilegais alugados para transporte de crianças em Japeri continuam circulando

"Encare sem medo". A frase está no vidro traseiro de alguns dos ônibus que fazem o transporte dos alunos da rede municipal de Japeri, alugados por mais de R$2,7 milhões junto à empresa JL Transporte. Não se sabe quem deu a ideia, mas pode ser vista como um recado, já que pelo menos nove dos 12 ônibus veículos estão ilegais, sete deles com documentação vencida e anotações de restrição judicial junto ao Detran, além de estarem fora dos padrões estabelecidos para o transporte escolar. Os veículos já deveriam estar no depósito público há muito, mas circulam normalmente e, pior ainda, transportando crianças. Pelo fato de os ônibus estarem nessas condições a empresa que os locou não pode fazer o seguro deles, mas parece que isso não incomoda em nada o governo, que ainda não tomou nenhuma providência.

Alegar que desconhecem a situação da frota o prefeito Carlos Moraes Costa e a secretária de Educação Roberta Bailune não podem, pois há mais de um mês o elizeupires.com vem veiculando informações sobre os ônibus que já deveriam ter sido apreendidos, mas o governo nada fez até agora. Na Secretaria de Educação o que se comenta é que a secretária já disse que o problema não é dela e na Prefeitura, o que se ouviu na semana passada, é que os ônibus vão continuar circulando porque um vereador já teria batido no peito e afirmado que isso não vai dar em nada e que é tudo com ele mesmo. Diante disso cabe perguntar ao prefeito o que ele está esperando para agir e se tem alguém mandando mais do que ele no governo.

Se o caso dos ônibus irregulares não incomoda o prefeito, a secretária de Educação e aos membros da Câmara de Vereadores que nada fiscalizam, preocupa bastante a pais de alunos e a membros do Conselho do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb), que já buscaram ajuda do Ministério Público Federal. E não é só isso: o núcleo de Nova Iguaçu da Promotoria de Tutela Coletiva também já tomou conhecimento do problema.

Até a última sexta-feira estavam circulando com alunos os ônibus de placa LVD-6554, LVA-5531, LUX-5966, LVB-5584, KZQ-3833, LUY-5474 e LSQ-0671, todos com licenciamento vencido há mais de três anos e com anotações de restrição judicial junto ao Detran, além dos com placas LUY-5475 e LVB-5583, que estão com o licenciamento em dia, mas apresentam um problema que também os impede de circular: no documento consta a cor branca como predominante, foram pintados de amarelo sem comunicação ao órgão de trânsito.

Fonte:http://www.elizeupires.com


Comente você também!

Nome:

E-mail:


Comentário:



Comentários Cadastrados:


Serviço Oferecido por Cabreu Voip
Sistema Midia Ambiente