Notícias

Casimiro de Abreu gasta cerca de R$ 1,3 milhão com servidores de fora


Funcionários de outros municípios pesam na folha de pagamento

A Prefeitura não informa onde estão lotados, quantas horas trabalham por semana e a razão de não estarem atuando nos municípios para os quais prestaram concurso, mas em Casimiro de Abreu. Muito menos diz em que isso beneficia a cidade, cujos contribuintes lhes pagam salários, vantagens e encargos, desembolsando cerca de R$ 1,3 milhão por ano. O "eles" em questão são os 29 funcionários de outras prefeituras cedidos ao município com ônus para administração local, sem que esteja claro o motivo da disponibilidade. Além disso, a Prefeitura de Casimiro de Abreu cedeu 17 servidores e apenas quatro deles forram liberados com ônus para os governos que os receberam, o que sugere que a cidade governada por Paulo Dames (fotos) deve estar nadando em dinheiro.

O recebe-e-cede funcionários em Casimiro de Abreu começou em 1985, segundo consta no sistema de dados da Prefeitura, mas a gestão de Paulo Dames é a mais "generosa". Só este ano foram incorporados à folha de pagamentos 19 servidores de fora, entre eles um sobrinho do prefeito e um irmão do vice-prefeito Adair Abreu de Souza, o Kinha: Ibson Carvalho Dames Junior e Edson Abreu de Souza foram recebidos no dia 1º de janeiro.

Dos 17 de servidores casimirenses cedidos a outros municípios 13 foram liberados na gestão do prefeito Antonio Marcos Lemos e não há no Portal da Transparência nenhuma informação sobre a destinação deles, assim como não consta a origem dos recebidos.

Para o vereador Ramon Gidalte, não há razão para o município receber servidores de fora e é uma incoerência ceder funcionários para outras prefeituras e continuar com a responsabilidade de pagar os salários e os encargos.

Fonte:http://www.elizeupires.com


Comente você também!

Nome:

E-mail:


Comentário:



Comentários Cadastrados:


Serviço Oferecido por Cabreu Voip
Sistema Midia Ambiente